top of page
Logo_FDC.png
Buscar
  • contato095911

Coluna no foco do Farol




Janela de Johari - autoavaliação e análise de feedbacks recebidos

Por Mayara Nunez


Certa ocasião dediquei grande esforço e tempo na elaboração de um material de trabalho e quando finalizei estava feliz e orgulhosa, mas um lampejo de insegurança ofuscou o momento, afinal era hora de compartilhar a apresentação e receber a crítica de outras pessoas.


Embora seja de extrema importância e necessário para nosso autoconhecimento e desenvolvimento saber a opinião de outras pessoas, seja em processos formais de avaliação de desempenho ou em feedbacks no dia a dia, muitas vezes é desconfortável e difícil. Por isso o objetivo dessa nossa conversa é compartilhar algumas dicas para que você direcione e aproveite essas oportunidades.


Uma forma estruturada para a autoavaliação e análise de avaliações recebidas é através da ferramenta Janela de Johari, que mapeia a comunicação e relacionamento entre a pessoa e o grupo, permitindo identificar como nos vemos e como nos veem. Nela as características individuais - que podem ser pontos fortes ou a desenvolver - são divididas em quatro áreas descritas abaixo. Acrescentei questões e reflexões para te apoiar ao receber feedbacks e aprofundar no autoconhecimento:


Área aberta: contempla o que o indivíduo percebe em si e que as outras pessoas também identificam. Podem ser qualidades, competências, características e informações.


∙ Como você se percebe? Quais são suas qualidades, competências e pontos fortes? No que precisa se desenvolver? O que sabe fazer e faz bem?


∙ Quais elogios geralmente recebe? Sobre quais temas costumam te procurar e pedir ajuda? O que valorizam em você? O que sugerem de mudanças?

Área cega: são pontos reconhecidos pelas pessoas, mas que o próprio indivíduo não percebe em si ou se vê de outra forma.


∙ Como as pessoas te percebem? O que percebem que você desconhecia? Quais atitudes ocasionam essa percepção?


∙ Deseja manter ou mudar essa percepção? O que gostaria que vissem de forma diferente?

Área secreta: são características que a pessoa reconhece em si, mas que outras não percebem.


∙ O que achou que as pessoas perceberiam, mas não ocorreu? Você deseja que essa característica seja notada?

∙ O que fará para demonstrar ou não a característica não notada?

Área oculta: são comportamentos, qualidades e características desconhecidas para o indivíduo e demais pessoas, e podem se manifestar em situações inesperadas, momentos de crise e processos de autoconhecimento.


∙ Diante de um novo comportamento avalie como te afetou e como impactou as demais pessoas.


∙ Identifique se é um ponto que poderá fortalecer seus objetivos ou que precisa de desenvolvimento.





Se no seu dia a dia você não recebe feedbacks ou não há processos formais de avaliação de desempenho em sua empresa, peça para pessoas que te conhecem e em quem você confia e valoriza o julgamento te avaliarem. Você poderá considerar as questões da Janela de Johari e vale também pedir para que listem no que você se destaca e em que poderia melhorar, justificando com comportamentos e situações.


Diante de todas essas informações, elabore seu plano de desenvolvimento, ressaltando e utilizando seus pontos fortes a seu favor e desenvolvendo as características necessárias. Assim como a avaliação de outras pessoas é essencial para chegar a esse ponto, compartilhar suas reflexões e próximos passos também é importante e permite melhores resultados. Conte com colegas de trabalho, lideranças e profissionais que realizam aconselhamento de carreira.


Sobre meu material do início da nossa conversa, recebi elogios, sugestões, críticas e solicitações de alterações. E após refletir sobre cada apontamento e aprender com eles divulguei um material muito melhor!


Ativo 5.png
Ativo 6.png

Parceiro

Ativo 8.png
Ativo 9.png
whatsapp.png
linkedin.png
youtube.png

Farol de Carreira. Todos os direitos reservados

bottom of page